Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

A cada dois dias, Belo Horizonte tem um acidente na madrugada com motorista embriagado

15/12/2023

Redação: João Henrique do Vale

Imagem: Reprodução / Redes Sociais

Motoristas embriagados, carros em alta velocidade, manobras arriscadas de automóveis e motos em vias de grande movimento, e acidentes graves tornam o trânsito na madrugada por ruas e avenidas de Belo Horizonte cada vez mais arriscado, principalmente devido à mistura de bebidas alcoólicas e o volante. Dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) mostram que a cada dois dias, um acidente com condutor embriagado é registrado na capital mineira, entre 0h e 5h59.

Os dois casos não são isolados. De janeiro a outubro deste ano, foram registradas 160 ocorrências de trânsito, com ou sem vítimas, entre 0h e 5h59, em Belo Horizonte. Os dados são menores que os computados no mesmo período de 2022, quando 179 acidentes aconteceram. Mesmo assim, revelam os riscos da mistura perigosa de álcool e direção. De acordo com a Sejusp, ações das forças de segurança do estado flagraram 383 motoristas conduzindo veículos após a influência de álcool ou outra substância psicoativa. A média é de um flagrante por dia em 2023 na capital mineira.

Além da condução de veículos por motoristas embriagados, quem trafega pelas ruas e avenidas de Belo Horizonte também tem que conviver com manobras perigosas em carros e motocicletas. Na última semana, a Polícia Civil abriu um inquérito para apurar manobras feitas por um influenciador digital em pontos movimentados da cidade. Em vídeos publicados nas redes sociais, o jovem realiza manobras de derrapagem, conhecidas como drift, na Avenida Cristiano Machado, próximo ao Bairro União, na Região Nordeste da cidade. Há também imagens da exibição no Túnel da Lagoinha. Além disso, moradores de diversos bairros da cidade denunciam as manobras realizadas por motos, conhecidas como grau, durante as madrugadas.

A Polícia Militar afirmou, por meio de nota, que realiza operações da Lei Seca todos os dias com o objetivo de prevenir e coibir a condução de veículos após o consumo de bebidas alcoólicas e outras substâncias psicoativas. “Outras infrações potencialmente perigosas, como ‘rachas’ e ‘rolezinhos do grau’, também são combatidas, principalmente no período noturno. É válido ressaltar que as infrações citadas podem ser consideradas criminosas de acordo com os artigos 306 e 308 do Código de Trânsito Brasileiro”, explicou.

A corporação ressalta que também realiza ações educativas com a comunidade para falar sobre segurança no trânsito. “A participação cidadã é de extrema importância para a segurança no trânsito e segurança pública em geral. Todos devem estar conscientes da sua parcela, seja na atenção e respeito às normas de circulação e leis de trânsito, ou na denúncia por meio dos números 190 e 181, de ações que colocam a incolumidade pública em risco e que não são flagradas pelos policiais militares durante o policiamento nas vias públicas. Dados como placas de veículos, locais, horários ou até mesmo a identificação do infrator, quando possível, são informações importantes que subsidiarão o planejamento das nossas ações, podendo ser denunciadas anonimamente (181)”, finalizou.