Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Tolerância Zero: fiscalização resulta em 43 autuações e 8 ônibus recolhidos

29/01/2024

Redação: Prefeitura de BH

Imagem: Adão de Souza/PBH

Nas duas primeiras operações de fiscalização do transporte público em Belo Horizonte realizadas dentro da política de “Tolerância Zero” anunciada na última quinta-feira (25) pelo prefeito Fuad Noman, foram vistoriados 15 ônibus e detectadas 46 irregularidades. Os fiscais expediram 43 autuações e três advertências, sendo recolhida oito autorizações de tráfego (AT).

Agentes da Sumob, BHTrans e Guarda Civil Municipal abordaram 8 veículos na região do Barreiro, quando foram feitas 20 autuações. Do total, sete veículos tiveram a AT recolhida no local e um veículo, da linha 329, foi removido por estar com os pneus em péssimo estado, além do mau funcionamento do freio de portas.

As irregularidades que mais provocaram autuações nos ônibus vistoriados foram vazamento de óleo, elevador sem funcionamento, freio de porta e ar-condicionado desligados e más condições dos veículos, comprometendo a segurança dos passageiros.

Em outra operação realizada no bairro São Geraldo, sete ônibus foram vistoriados, resultando em 23 autuações, três advertências e uma autorização de tráfego (AT) recolhida. Um veículo da linha 9214 foi removido por estar com a AT vencida, apresentar desgaste nos pneus dianteiros, problemas no extintor de incêndio e nos bancos dos passageiros e do motorista.

As irregularidades mais comuns encontradas nos ônibus fiscalizados foram: defeito no elevador e farol, mau funcionamento do freio de porta e falta de luz de ré e de freio.

Todos os oito ônibus que tiveram a AT recolhida ficam impedidos de circular nas ruas até que os problemas sejam reparados. Os veículos precisam passar por uma nova vistoria para receber o documento de volta. Nesse período, não será paga a remuneração complementar, que leva em conta a quilometragem percorrida pelo ônibus.

Fiscalização

Dentro da política de Tolerância Zero em relação ao serviço de transporte público, as operações de fiscalização realizadas por equipes da Sumob, Guarda Municipal e BHTrans passam a ser realizadas quatro vezes por semana. O objetivo é vistoriar a condição dos ônibus, especialmente no que diz respeito a segurança dos passageiros e operadores. Emtre julho e dezembro do ano passado foram feitas 2.466 operações de fiscalização, com 38.869 vistorias.

Os veículos que estiverem com mau funcionamento dos elevadores para embarque e desembarque de pessoas com deficiência terão a Autorização de Tráfego (AT) recolhida e a remuneração complementar cortada.