Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Prefeitura de Belo Horizonte divulga novas datas da Feira da Economia Solidária

30/11/2023

Redação: PBH/ Divulgação

Imagem: Thiago Penna

A partir desta quinta-feira (30), a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) realizará a Feira da Economia Solidária da Rua Goiás sempre na segunda quinta-feira de cada mês. Desde março, a feira, que acontece das 8h às 18h no quarteirão entre a Avenida Augusto de Lima e a Rua da Bahia, no Centro, era realizada na segunda sexta-feira de cada mês.

No dia 21 de dezembro, a Feira da Economia Solidária também será realizada, de forma inédita, na Rua dos Carijós, no quarteirão fechado entre a Rua Espírito Santo e a Avenida Afonso Pena, das 8h às 18h. O projeto-piloto é uma iniciativa das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC).

A feira acontece mensalmente na Cidade Administrativa, Tribunais de Justiça e em parques públicos da capital, para a comercialização de itens de vestuário, artesanato, cosméticos e de alimentos variados.

Decreto

No sábado (25), a Prefeitura de Belo Horizontou publicou o decreto 18.531, que regulamenta as ações do Programa Municipal de Fomento à Economia Popular Solidária.

“Temos realizado uma média de 6 a 7 edições da feira a cada mês. Com a publicação do decreto, poderemos alcançar mais espaços em Belo Horizonte e expandir a iniciativa para a periferia. O decreto que regulamenta as feiras em logradouro público possibilita à Prefeitura atingir um público maior de visitantes e de feirantes que queiram se cadastrar”, comemora Águeda Bafile, diretora da política de Economia Solidária na capital.

Política pública

A Economia Popular Solidária (EPS) é uma política pública da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, para fomentar a economia com a geração de trabalho e renda atrelada à inclusão social.

O objetivo é fomentar a comercialização solidária, que orienta grupos por princípios da autogestão, de reciprocidade e coletividade, da valorização dos produtos locais, do preço justo e da sustentabilidade, resguardando o respeito às relações de gênero, raça, etnia, religião, crença e preservação e cuidado com o meio ambiente.

Próximas edições da feira:

30 de novembro

Rua Goiás

Entre a Avenida Augusto de Lima e a Rua da Bahia, Centro

6, 7, 8, 9 e 10 de dezembro

Expominas (Feira Nacional do Artesanato)

Avenida Amazonas, 6.200, Gameleira

11 de dezembro

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Avenida Afonso Pena, 4.001, Serra

12, 13 e 14 de dezembro

Cidade Administrativa de Minas Gerais

Rodovia Papa João Paulo II, 4001, Serra Verde

13 de dezembro

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Rua Goiás, 253, Centro

14 de dezembro

Rua Goiás

Entre a Avenida Augusto de Lima e a Rua da Bahia, Centro

14 de dezembro

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Avenida Raja Gabaglia, 1.753, Luxemburgo

16 e 17 de dezembro

Serraria Souza Pinto

Avenida Assis Chateaubriand, 889, Centro

17 de dezembro

Parque Municipal Juscelino Kubitschek/Praça JK

Avenida dos Bandeirantes, 240, Sion

21 de dezembro

Rua dos Carijós

Quarteirão fechado entre a Rua Espírito Santo e a Avenida Afonso Pena, Centro