Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Negócios de alimentação de BH podem se inscrever no Acelera Digital

08/07/2024

Redação: Reprodução

Imagem: Freepik

Para ampliar e fortalecer a presença on-line, donos de pequenos negócios do segmento de alimentação, que atuam em Belo Horizonte, podem se inscrever até a próxima sexta-feira (12/7), no Acelera Digital. A iniciativa do Sebrae Minas irá apresentar ferramentas para melhorar a presença da empresa nas redes sociais. Interessados em participar devem se inscrever neste formulário. As consultorias começam no dia 30 de julho.

Uma pesquisa do Sebrae Minas revelou que seis a cada dez empresários investem recursos para ter mais êxito no mercado digital. Diante deste cenário, o Acelera Digital vai oferecer, durante um mês, dez horas de consultorias on-line, com encontros individuais e coletivos para potencializar a divulgação do negócio, o engajamento e o aumento das vendas.

O analista do Sebrae Minas Renato Lana ressalta que para uma empresa se destacar no mercado e conquistar novos públicos, é indispensável a presença on-line. “Ao investir nas plataformas digitais, o negócio ganha visibilidade e maior conexão com o público. As redes sociais oferecem uma oportunidade de conhecer a opinião, necessidades e desejos dos clientes e, consequentemente, promover melhorias no negócio”, reforça.

Presença digital

Atualmente, a plataforma mais acessada pelos donos de pequenos negócios é o WhatsApp Business, citada por 76% dos entrevistados na pesquisa. Para 69%, o Instagram é a plataforma mais utilizada, enquanto o Facebook é o principal meio de venda apontado por 45% dos empresários.

A empreendedora de Belo Horizonte Cris Marques, especialista em chocolates finos, entendeu o poder da presença digital para os negócios durante a sua participação no Acelera Digital, em 2023. “O consultor me disse para sair um pouco da cozinha e assumir a gestão. Comecei a trabalhar o planejamento das postagens no meu Instagram de forma mais estratégica, com foco no mercado corporativo. Entendi que era o ambiente no qual tinha mais afinidade, e enxerguei a plataforma como o cliente. Durante este processo, conquistei duas parcerias”, destaca.

Maior sobrevivência do negócio

A proporção de empresários que não fazem nenhuma capacitação é maior no grupo de empresas que fecham, segundo uma pesquisa realizada junto às participantes da 4ª turma do Elas na Gastronomia – Gestão Integrada, iniciativa do Sebrae Minas que estimula a representatividade feminina no comando dos negócios de alimentação fora do lar, e que contou com a presença de 30 empreendedoras.

Do ponto de vista qualitativo, entre os meses de abril e maio deste ano, período da capacitação, 79% dos negócios já estavam presentes no ambiente on-line, e com um aumento de quase 10% de ticket médio. O faturamento também cresceu cerca de 48%, saindo de uma média de R$ 18,6 mil para R$ 27,6 mil.

Entre essas empresárias participantes, a empreendedora Cris Marques conta que não perde a oportunidade de buscar ferramentas para melhorar o seu negócio. “Era preciso começar a dar mais atenção na parte financeira, como estoque, insumos, lucro e precificação. Aprendi que não devemos apenas ‘apagar incêndio’. É preciso planejamento”, reforça.