Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Ministério da Saúde diminui intervalo entre doses da Pfizer para 21 dias

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, anunciou que o intervalo entre a aplicação da primeira e segunda dose da vacina contra a Covid-19 Pfizer, será reduzido para 21 dias. Atualmente, é preciso aguardar três meses para tomar a segunda dose do imunizante.

Apesar do anúncio feito, Rodrigo Cruz não informou quando a mudança começará a ser válida. “Precisa ver qual é o melhor timing disso, mas que vai diminuir, vai”, afirmou o secretário.

A decisão de diminuir o intervalo entre as doses da vacina tem o objetivo de conter o avanço da variante indiana da Covid-19, a Delta. De acordo com pesquisa realizada pelo laboratório francês Pasteur, a primeira dose da Pfizer tem uma proteção de somente 10% contra esta variante. No entanto, com as duas doses, a taxa sobe para 95%.

A bula do imunizante já recomenda o intervalo de 21 dias, porém o governo brasileiro optou por aumentar o prazo para que mais pessoas recebessem a primeira dose.