Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Língua brasileira de sinais é ensinada em oficina gratuita no Ponto Cultural CDL

Em comemoração ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, celebrado em 10 de novembro, o Ponto Cultural CDL, equipamento que integra o Circuito Liberdade, promove a oficina Librário, que irá ensinar libras, mais conhecida como língua de sinais. A ação será realizada no dia 19 de novembro, das 10 às 12 horas. A participação é gratuita e inclui uma visita mediada ao Ponto Cultural CDL, que conta a história da capital mineira e o desenvolvimento do comércio local. As inscrições podem ser feitas no link: https://bit.ly/3UlrBvu

O objetivo da oficina é alertar as famílias sobre o combate à deficiência auditiva em seus variados graus, a necessidade dos espaços serem inclusivos e também chamar a atenção para a importância da popularização das libras e o quanto a comunicação de pessoas surdas é limitada em locais de atendimento público.

A mediadora da oficina é Flávia Neves, pesquisadora e professora de arte, mestre e doutoranda em Design pela Escola de Design da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Flávia é co-criadora do Librário, uma proposta de design inclusivo com foco na divulgação e aprendizagem da Libras.

Sobre o Librário

O Librário é uma tecnologia social para a inclusão. É um jogo que tem o propósito de ensinar Libras brincando. É uma metodologia de arte e design com dinâmicas lúdicas. Criado em 2014, o projeto já realizou mais de 600 palestras por Minas Gerais e proporcionou que mais de 20 mil pessoas pudessem conhecer a linguagem de sinais.

“Acreditamos que é possível construir um mundo melhor a partir de pequenas mudanças, por isso, o Librário é um convite para descobrir a Libras e aprender uma outra maneira de se comunicar. Ouvir com os olhos e falar com as mãos”, destaca Flávia Neves.