Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

IPCA de maio desacelera frente a abril e fica em 0,59%, a maior taxa para o mês desde de 2016

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) ficou em 0,59% em maio após ter registrado taxa de 1,73% em abril. Apesar de ter desacelerado na comparação mensal, trata-se da maior taxa para o mês de maio desde 2016.

O resultado do índice, que é considerado uma prévia da inflação oficial do Brasil, foi divulgado nesta terça-feira pelo IBGE.

Com o resultado, o IPCA-15 agora acumula alta de 12,20% nos últimos 12 meses e no acumulado do ano a alta é de 4,93%.

Todos os grupos de produtos e serviços observados apresentaram alta nos preços, exceto habitação, influenciado pela queda de 14,09% na energia elétrica. Dentre os itens e subitens de maior impacto no indicador de maio, estão as altas dos remédios, com amento de 5,24% e produtos de higiene pessoal, que registrou alta de 3,03%.