Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Furtos seguem em alta em BH com média de 205 casos por dia; celulares estão entre os principais alvos

07/12/2023

Redação: João Henrique do Vale

Imagem: Marcello Casal Jr.

As ocorrências de furtos em Belo Horizonte voltaram a subir depois de registrar queda entre agosto e setembro. No acumulado do ano, a capital mineira tem uma média de 205 casos por dia. Entre os principais alvos estão os celularesA cada hora, dois aparelhos são levados pelos criminosos. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

O celular está na mira dos criminosos. De janeiro a outubro, foram furtados em Belo Horizonte 17.169 aparelhos, média de 165 por dia, ou dois por hora. A alta neste tipo de crime foi de 15,2% em relação ao ano passado.

Bloqueio dos aparelhos

As pessoas que tiverem o aparelho furtado podem solicitar o bloqueio de forma simples, rápida e segura, na Central de Bloqueio de Celulares (Cbloc).

O bloqueio impede que quem cometeu o crime possa ativar o aparelho para uso na rede de telefonia móvel. Além disso, este bloqueio contribui para a redução dos roubos e furtos de celulares em Minas Gerais. Com aparelhos inutilizados e sem possibilidade de ativação em nenhuma operadora, o dispositivo perde valor de mercado no mundo do crime.

Posicionamento da PMMG

Por meio de nota, a Polícia Militar de Minas Gerais, por intermédio do Comando de Policiamento da Capital, afirma que tem acompanhado as ocorrências e tem atuado de forma a diminuir a incidência desses delitos.

“Ações específicas estão sendo adotadas em relação aos citados crimes, visando mapear, monitorar e identificar os autores e prevenir novos delitos, inclusive, o combate a receptadores de objetos de origem criminosa e/ou duvidosa. Nesse contexto, é importante destacar que dentre as infrações penais contra o patrimônio, o furto trata-se de delito de oportunidade, em que o autor se aproveita da falta de vigilância e da disponibilidade do bem para subtraí-lo”, afirmou.

A corporação ressalta que medidas de prevenção também devem ser tomadas pela população para evitar os furtos.

Veja as dicas

– Evite transportar seu celular nos bolsos de trás da calça;

– No momento em que receber ou for realizar uma ligação, procure o interior de um estabelecimento comercial para não ficar vulnerável, pois, ao falar ao celular, você não percebe o que está acontecendo ao seu redor;

– Evite andar pelas ruas com fones nos ouvidos e o aparelho celular nas mãos, os infratores preferem pessoas distraídas ou que ofereçam menor resistência.

– Carregue seu celular na bolsa, nunca nos bolsos externos;

– Evite deixar o celular em cima de mesa de bares, em cima de balcões de lojas, em carteiras de escolas, ou exposto de qualquer outra forma;

– Cuidado com os esbarrões. Uma das diversas táticas dos infratores é empurrar a pessoa para derrubar o celular ou encobrir a ação;

– Evite a exposição desnecessária de celulares em locais de aglomeração;