Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Confiança dos serviços tem 2º alta seguida, enquanto a do comércio recua novamente

A Fundação Getúlio Vargas divulgou nesta quinta-feira (28) os Indicadores de Confiança do Comércio e de Serviços.

Serviços

O Índice de Confiança do Setor de Serviços avançou 4 pontos em abril. Com o resultado, que é a segunda alta consecutiva do indicador, o índice ficou em 96,2 pontos, o maior nível desde novembro de 2021. 

Segundo a FGV, o resultado deste mês foi influenciado tanto pela melhora na avaliação das empresas sobre o momento atual quanto pelas perspectivas para os próximos anos. O Índice de Expectativas registrou avanço de 2,9 pontos, passando para 96,6 pontos. Já o Índice de Situação atual subiu de 5,1 pontos em abril, ficando em 96 pontos.

Ainda de acordo com a Fundação Getúlio Vargas, o avanço da confiança do setor de serviços sugere o retorno ao padrão de retomada que aconteceu ao longo de 2021.

Comércio

O Índice de Confiança do Comércio recuou 0,9 ponto na passagem de março para abril. Esta é a segunda queda seguida do indicador. Com o resultado, o índice ficou em 85,9 pontos.

Neste mês houve queda em dois dos seis principais segmentos do setor. Segundo a FGV, para os próximos meses, o cenário ainda está incerto, já que as perspectivas dos empresários sobre vendas e a tendência dos negócios e emprego estão em queda.

Além disso, segundo a FGV, o ambiente macroeconômico está complicado e a confiança dos consumidores segue oscilando em um baixo patamar. Ainda de acordo com a fundação, o recuo do índice de abril foi influenciado pela piora do Índice de Expectativas, que diminuiu 6,8 pontos, chegando a 79,6 pontos. Já o Índice de Situação Atual subiu 5,3 pontos, ficando em 92,9 pontos, maior nível desde novembro de 2021.