Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Comerciantes recebem orientações, capacitação e apoio para o Carnaval de BH

08/02/2024

Redação: CDL BH

Imagem: Tomaz Silva

CDL/BH criou um guia digital com informações ao setor de comércio e serviços sobre como proceder em casos de violência e importunação sexual contra mulheres e demais pessoas em vulnerabilidade, programação dos blocos, vias que serão impactadas com circulação de público

Para que o comerciante se organize e planeje seu negócio nos dias de folia, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) elaborou um guia digital com orientações e informações importantes para todo o setor. No material constam informações sobre o funcionamento do comércio durante os dias de folia, como apoiar pessoas vítimas de importunação e violência sexual, especialmente cometida contra mulheres, programação dos blocos, onde registrar ocorrências na região central, links e telefones úteis.

O comerciante pode consultar o guia no site da CDL/BH, www.cdlbh.com.br e obter informações sobre o itinerário, horário e previsão de público de cada bloco, mapa com as vias que serão fechadas para a circulação dos foliões, link com alterações de pontos de parada dos ônibus de BH e da Região Metropolitana, dentre outros pontos importantes para que ele possa direcionar clientes e funcionários.

No guia disponibilizado pela CDL/BH, o lojista também terá à disposição todas as informações sobre como vender bebidas e disponibilizar sanitários para os foliões no Carnaval. Pelo segundo ano, a CDL/BH conseguiu junto à Prefeitura de Belo Horizonte esta liberação. No guia, o lojista encontra os links para cadastro, documentação necessária, prazo liberado para a venda de bebidas e quem pode se credenciar.   

Capacitação para o Carnaval

Para capacitar os comerciantes para o Carnaval, o Sebrae Minas, o governo do Estado e a CDL/BH lançaram a coletânea “Meu Negócio é Carnaval”, uma série com mais de 50 conteúdos gratuitos (vídeo-dicas, artigos, entrevistas, áudios e e-books sobre marketing, finanças, vendas e gestão). “A capacitação, totalmente online, é uma oportunidade para o lojista aumentar o faturamento nesta época do ano. São informações sobre como realizar o melhor atendimento, precificar de forma estratégica e assim realizar melhores vendas e fidelizar os clientes”, explica o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Como o comerciante deve agir em casos de violência contra mulheres e pessoas em vulnerabilidade

Com informações adaptadas do Protocolo de Enfrentamento à Violência nos espaços de lazer e turismo de Minas Gerais – Fale Agora, a CDL/BH está capacitando o comércio com treinamento online e por meio de informações no site da entidade.

São esclarecimentos com foco no acolhimento, apoio e direcionamento às mulheres que foram vítimas de violência sexual, como:

  • Acolha de forma respeitosa as vítimas dessa forma de violência.
  • Respeite a autonomia da mulher na tomada de decisão.
  • Conscientize a sociedade do seu relevante papel na atuação orientativa, preventiva e de acolhimento das vítimas.
  • Oriente a realização de um primeiro atendimento humanizado, organizado e adequado, cujo foco é o bem-estar das mulheres.
  • Priorize a privacidade da mulher.
  • Foque em garantir que a mulher se sinta segura, levando-a para outro ambiente, sempre que possível. Não é necessário que o ambiente separado seja específico, basta que seja um local seguro, podendo ser um escritório do estabelecimento ou até mesmo um local de armazenagem.
  • Tenha um profissional capacitado para ser responsável por acolher as mulheres.
  • Direcione a vítima para as autoridades policiais e aos hospitais especializados em atendimento a mulheres que sofreram importunação sexual.

Plantão Integrado Acolhe minas

Outra iniciativa de apoio e segurança às mulheres, o Plantão Integrado Acolhe minas, foi lançado no último dia 30. O serviço funcionará de 10 a 13 de fevereiro, das 10 às 19 horas, na sede do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG) – prédio verde – localizado na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte.

De acordo com o governo de Minas, a proposta do Acolhe minas é oferecer, pela primeira vez, um espaço para acolhimento, atendimento psicossocial, suporte emocional, orientação jurídica e encaminhamentos no período da folia. Em um único espaço será oferecido orientação e acolhimento para vítimas de qualquer importunação.

A CDL/BH, parceira da iniciativa, acredita que com mais esta ação, o Carnaval de Belo Horizonte será um evento seguro, organizado e de destaque no cenário nacional. “O setor de comércio e serviços está se preparando para receber os milhares de foliões, tanto da capital como de outras partes do Estado e do Brasil. Vamos fazer um evento que será destaque em todo o país. Temos estrutura e números para isso”, disse o presidente da CDL/BH. “A projeção da CDL/BH é que o Carnaval contribua na geração de 20 mil empregos diretos e indiretos e injete cerca de R$ 1 bilhão na economia da capital”, completou Souza e Silva.

Estratégias para o Carnaval

O planejamento para o Carnaval de 2024 vem sendo elaborado, desde o início do ano, pelas forças de segurança, comércio e turismo, além dos órgãos governamentais. Diversas reuniões foram realizadas. Em janeiro, a CDL/BH recebeu em sua sede a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil, SLU, BHTrans, Belotur, Secretarias de Estado de Cultura e Turismo e Desenvolvimento Social e Sebrae Minas, onde foi apresentado o planejamento do Carnaval 2024 para o setor de comércio e serviços.  Na última quinta-feira, dia 1º, a 4ª Cia do 1º Batalhão da Polícia Militar se reuniu no auditório da CDL/BH, onde foram repassadas aos policiais as estratégias de atuação da corporação durante o Carnaval.