Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Biblioteca Pública Estadual retoma todas as atividades e inaugura novo espaço

Agência Minas

Biblioteca Pública Estadual está de novo totalmente à disposição do público, após passar por obras e revitalização. Mais seguro para os frequentadores, o espaço também teve o acervo ampliado, com destaque para as ações de preservação das mais de 500 mil obras que estão ao alcance dos mineiros no coração do Circuito Liberdade, em Belo Horizonte. Esta é a primeira vez, depois de quatro anos, entre interrupções em razão da pandemia de covid-19, que a área estará integralmente acessível aos visitantes.

A partir de segunda-feira (30/1), além do atendimento e das atividades no prédio sede, todos os serviços dos setores de Referência e Empréstimo no prédio anexo estarão reativados, onde está a maior parte do acervo composto por mais de 500 mil itens, número alcançado com a aquisição de cerca de 20 mil títulos em parceria com a Associação dos Amigos da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (Sabe), que teve um projeto aprovado na Lei Federal de Incentivo à Cultura. A catalogação completa está prevista para março deste ano mas, até o fim de fevereiro, 11 novas estantes vão estar disponíveis no setor de empréstimos. O setor de Braille também foi contemplado com 23 novos livros.

“O acervo é imenso, com coleções do período imperial, coleções que vieram de Portugal, os grandes poetas e literatos da história da cultura mineira, todos à disposição da população de Minas Gerais”, comemorou o secretário de Estado de Cultura e Turismo (Secult), Leônidas Oliveira, durante a cerimônia de reabertura. “Os livros estão cada vez mais escassos, com o fechamento de livrarias e bibliotecas. Vivemos em um mundo em transformação, um mundo que se desponta através do audiovisual,  dos livros nas plataformas digitais, mas  o livro nunca perderá o seu lugar, com uma função primordial de codificar o conhecimento e a criatividade da história humana. É com muita alegria que anunciamos a retomada de todas as atividades, especialmente agora no início do ano, em que estamos na véspera do início do semestre letivo”.

O prédio sede, símbolo da arquitetura modernista de Oscar Niemeyer, também havia recebido intervenções de segurança, acessibilidade e manutenção de janelas e da fachada, bem como a impermeabilização para sanar problemas de infiltração no terceiro andar e no subsolo, e foi reaberto em 2021.

Foram investidos R$ 2 milhões na revitalização da Biblioteca Pública Estadual, recurso oriundo de emenda parlamentar do então senador Antonio Anastasia. A reforma foi gerida pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), vinculado à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra). “Essa entrega é uma satisfação para a nossa secretaria, a Biblioteca Pública Estadual tem um valor muito especial para o mineiro, para o belo-horizontino. Eu mesmo vim bastante consultar esse acervo e estudar na época de escola”, lembrou o subsecretário de Obras e Infraestrutura da Seinfra, Breno Longobucco.

Uma das novidades é a inauguração do espaço Geek, voltado à cultura nerd e que ainda tem algumas etapas a serem concluídas em fevereiro, como a distribuição completa do acervo de quadrinhos.

De acordo com o diretor do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas de Minas Gerais, Lucas Amorim, a seção vai estabelecer uma conexão entre os dois prédios que compõem a Biblioteca Pública Estadual.

“No sede, logo na entrada, temos a Biblioteca InfantoJuvenil, voltada para a primeira infância, e no Anexo é onde está sendo preparado o espaço Geek. Este será voltado para a cultura nerd, pensando no jovem e na continuidade das leituras. É um espaço totalmente dedicado para as histórias em quadrinhos. Então, o público vai ter a oportunidade de conferir o acervo que temos desse segmento na biblioteca, e no futuro pretendemos incluir também os jogos digitais no espaço, trazendo mais tecnologia também para a biblioteca”, afirma Lucas Amorim, citando o apelo ao público jovem também nos jogos digitais e de tabuleiro que futuramente serão incorporados ao espaço Geek.

Essa otimização da estrutura também visa deixar a biblioteca nas melhores condições para 2024, quando completa 70 anos desde sua criação. “Esperamos oferecer à nossa comunidade leitora um prédio totalmente novo e com um acervo cada vez mais vitalizado.

Acervo

A Biblioteca reúne obras representativas da produção intelectual de escritores brasileiros e estrangeiros, que podem ser encontradas não apenas no setor de empréstimo mas também em coleções específicas localizadas em diferentes setores, como a Mineiriana, especializada em autores mineiros; a Patrimonial, que reúne uma coleção de obras raras e especiais; a Hemeroteca, que guarda um conjunto de periódicos antigos; e a Biju, que contém uma coleção infantojuvenil, além dos títulos em Braille.

Atividades culturais

A Biblioteca promove palestras, cursos, sessão de cinema, contação de histórias, exposições literárias, encontro com escritores, apresentações artísticas, visitas guiadas, Jornada de Direito, dentre outros.

Promove, por meio dos serviços de extensão, a democratização do seu acervo. Um dos programas é Carro-Biblioteca, que está presente de segunda a sexta-feira em bairros da região metropolitana, facilitando o acesso ao livro e, também, realizando eventos culturais, dentre os quais, a “Hora do conto e da leitura” e o “Encontro com o escritor”.

Outro projeto é Caixa-Estante que encaminha acervos cuidadosamente selecionados a instituições diversas (hospitais, creches, asilos, centros de detenção, APAE, entre outras) com o objetivo de garantir o acesso ao livro, à leitura e à literatura às pessoas que não podem se deslocar até uma biblioteca.

Visitas

A Biblioteca Pública Estadual presta atendimento presencial, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, exceto em feriados.

As consultas à Hemeroteca Histórica, Coleções Especiais e ao jornal Minas Gerais estão sendo realizadas mediante agendamento pelos e-mails: mineiriana.biblioteca@secult.mg.gov.brxerox.biblioteca@secult.mg.gov.br e hemeroteca.biblioteca@secult.mg.gov.br.

História

Inaugurada em 1954, a Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais foi projetada por Oscar Niemeyer e é um dos espaços culturais mais importantes do estado. Administrado pela Secult, o local oferece diversas ações destinadas ao fomento artístico e cultural, por meio da leitura e da literatura.

A última revitalização havia ocorrido em 2000, quando a fachada do prédio sede passou por reformas. Um ano antes, em 1999, o anexo já havia sido reformado, quando a Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG) cedeu o espaço para a pasta de Cultura e Turismo.