Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Bares da Avenida Amazonas participam de reunião com a PM, PBH, CDL/BH e ABRESEL sobre medidas de funcionamento para o Carnaval

09/02/2024

Redação: CDL-BH

Imagem: Divulgação

Estabelecimentos alinharam algumas providências para que a ordem pública seja mantida

Representantes dos donos de bares da Avenida Amazonas, na região dos Coqueiros, no centro da capital mineira (região entre Rua dos Caetés e Avenida Amazonas), se reuniram hoje com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Associação de Bares e Restaurantes de Minas Gerais (Abrasel), Equipe de Fiscalização da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) para debaterem sobre providências que os comerciantes devem tomar para garantir a sua segurança e a dos foliões neste Carnaval, visando a manutenção da ordem pública e do bom fluxo de comercialização. A reunião foi realizada na sede da 6ªCia de PMMG.

Ficaram acordadas as seguintes medidas entre CDL/BH, Abrasel, PBH, PMMG e representantes dos bares:

  1. Indicação de utilizar formato de pagamentos antecipados e vender cervejas apenas em latas e/ou copos de plástico.
  2. Vender alimentos em materiais descartáveis, pratinhos de plástico e, de preferência, fazer a entrega desses materiais fora dos bares, evitando grande concentração de público.
  3. A indicação da PMMG é que não seja colocado gradil, mesas ou qualquer outro item fechando os passeios na região.
  4. Os bares devem evitar deixar materiais que possam ser utilizados em casos de desordem pública como sombreiros, ombrelones, dentre outros.
  5. Evitar a colocação de caixas de som e equipamentos de sonorização na área externa dos bares.

Os bares terão suporte da PMMG para fechar até às 20 horas, recolhendo todos os itens como mesas e cadeiras até esse horário, contribuindo com a dispersão do público.

De acordo com o Major Alencar, Comandante da 6ª da PMMG, existe uma previsão de pelo menos 50 mil pessoas circulando, por dia, na região e essas medidas visam coibir desordem pública e ajudar na circulação de pessoas que estarão na região para curtir o Carnaval.

Para o vice-presidente da CDL/BH, Fausto Izac, que participou da reunião, como o fluxo de pessoas na região é muito grande, essas medidas contribuirão para que a cidade tenha um Carnaval seguro e atenda a comerciantes e foliões.