Bem vindo à CDL FM – A Rádio das quatro estações. Estamos na primavera.

Para a CDL BH, a sexta redução da Selic é bem vista para o setor de comércio e serviços, saiba mais!

21/03/2024

Redação: CDL BH

Imagem: Marcello Casal Jr

Para CDL/BH se trajetória de queda for mantida, as boas perspectivas econômicas para Brasil em 2024 podem se concretizar 

A sexta redução consecutiva da taxa Selic, anunciada há pouco pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), foi vista com bons olhos pelo setor de comércio e serviços da capital mineira. “As atividades econômicas já começaram a sentir o efeito positivo dos cortes anteriores da taxa. Algumas linhas de crédito já estão sendo ofertadas de forma mais barata, o consumo está sendo estimulado, especialmente nas datas comemorativas, e possíveis expansões de negócios têm sido avaliadas pelos investidores”, analisa o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Marcelo de Souza e Silva.

O dirigente cita ainda o desempenho do comércio varejista da capital mineira que, pela terceira vez consecutiva, encerrou um ano de vendas com saldo positivo. “As vendas do comércio de Belo Horizonte registraram aumento de 1,36%, em 2023. Em 2022 o setor fechou com crescimento de 1,32% e em 2021 o aumento foi de 1,34%.  Um excelente reflexo da queda da taxa de juros”, exemplifica.

Para Marcelo de Souza e Silva, a segunda redução da taxa básica de juros do ano mostra que as perspectivas econômicas para 2024 podem se concretizar, caso seja mantida a trajetória de queda pelo Banco Central. “Temos grandes oportunidades para 2024. Entretanto, para que isso se concretize, é preciso que o Banco Central faça as reduções necessárias, mas com total atenção aos indicadores que possam pressionar a inflação, como monitorar os mercados interno e externo”, afirma.